30% dos consumidores que pretendem presentear este ano possuem contas em atraso

Tradição, demonstração de afeto, merecimento, pressão dos filhos e familiares – motivos não faltam para justificar as despesas com a compra de presentes no Natal. Porém, muitas pessoas tomam decisões financeiras impensadas nesta época e acabam comprometendo o orçamento, gastando mais do que podem e se endividando.

Pesquisa realizada pela CNDL/SPC Brasil, em parceria com a Offer Wise Pesquisas, identificou que 30% dos consumidores que pretendem presentear este ano possuem contas em atraso, sendo que 67% estão com o nome sujo.

➡️ Clique aqui para conferir a pesquisa completa.